Motorista paulistano…

Por Paula Rosiska
0419multasdetransito1

O motorista paulistano é o mais surrado cão sarnento da sociedade. Além do IPVA, do licenciamento, do Controlar – aquele que ia acabar caso Haddad fosse eleito, mas não acabou -, do seguro caríssimo, do rodízio, da interpretação ideológica de acidentes de trânsito (motoqueiro se enfia no carro de alguém, mas motorista é burguês e motoboy é pobrezinho, então cabe ao primeiro arcar com custos da moto e do próprio carro), ainda é visto como o vilão das ruas. A novidade trazida pela gestão petista foi corredores de ônibus feitos de forma muito bem planejada: isola-se uma faixa de todas as avenidas para uso exclusivo dos coletivos e o motorista desavisado que por ela trafegar, será brindado com uma multa e perda de pontos na CNH. O trânsito piorou muito. Ninguém está contente.

Aí me pergunto: e se os motoristas resolvessem, todos no mesmo dia, deixar seus malditos e poluidores carros em casa para usar o transporte coletivo? E se o fizessem por uma semana? O que aconteceria com a arrecadação dos postos de gasolina, dos estacionamentos, etc? E, o mais importante: como o transporte público comportaria toda essa gente?
Mas claro, esse tipo de protesto não aconteceria nunca, visto que não teria uma minoria de vândalos para ganhar mídia e pedir verba pro PT depois, se dizendo de uma ONG social-ecológica-mídia-independente-artística-wagner-moura.

Paula Rosiska e professora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s